Um projeto de faculdade que se tornou um verdadeiro Plano de Negócio

O que começou como um trabalho de conclusão de curso,  se tornou projeto finalista e vencedor do Prêmio Facamp Master Minds de Empreendedorismo. Está é a história destes jovens empreendedores que botam pra fazer.

grupo pretenda 2

A importância não era a parte do prêmio paga em dinheiro e, sim, a oportunidade que temos nas mãos de tirar uma idéia do papel e botar para fazer. E é isso que queremos, que o sonho que começou se concretize por inteiro.

Atualmente, dos cincos membros do grupo dois estão engajados e acreditam na viabilidade da Pretenda. O projeto está em fase de aperfeiçoamento a fim de ser apresentado para investidores anjos e ao mercado.

Tatiana Hanna e Wander Vicente – Membros do grupo Pretenda e atuais envolvidos no Projeto

Sebrae e instituto Cooperforte formam jovens empreendedores rurais

No período de 7 a 9 de abril, o presidente do Instituto Coopeforte, José Rogaciário, estará em Vilhena interior do estado, recepcionando o diretor superintendente do Sebrae em Rondônia, Pedro Teixeira Chaves, Paulo César Alvim e Newman Maria Costa, gerente da unidade de Agronegócio e coordenadora nacional dos projetos Orgânicos, PAIS e Horticultura respectivamente, ambos do SEBRAE/NA. Nesses dias, os primeiros formandos pelo projeto Jovem Empreendedor Rural serão certificados.

O projeto foi desenvolvido com o apoio do Instituto Cooperforte, da Cooperativa de Apicultores Portal da Amazônia (Cooapa), da Escola Agrotécnica Federal de Colorado do Oeste e Sebrae. Durou três anos, e teve como objetivo gerar oportunidade de trabalho e renda aos jovens na faixa etária de 16 a 24 anos, que estão cursando o último ano da Escola Agrícola de Colorado D?Oeste e Escola Agrícola Federal de Cacoal.

Para João Machado Neto, coordenador do Programa Apicultura Integrada e Sustentável (Proapis) na Região do Cone Sul de Rondônia, pelo Sebrae, “o projeto visou fortalecer o empreendimento rural em apicultura, integrando a produção agrícola com o fortalecimento das iniciativas de cooperação e associativismo nos municípios de Vilhena, Colorado D’Oeste e Cerejeiras, integrantes da região do Cone Sul de Rondônia” frisou.

Cerca dos 20 alunos participantes do projeto receberam um total de 300 horas de capacitação em empreendedorismo, gestão ambiental, marketing, técnicas de manejo e produção apícola, além de acompanhamento pedagógico. Os alunos concluintes receberão no dia 08, os kits apícolas para iniciarem suas atividades empreendedoras, ação que dá continuidade as atividades desenvolvidas durante a capacitação.

São parceiros do projeto a COOAPA – Cooperativa Apícola Portal da Amazônia, as Prefeituras de Vilhena e Colorado D’Oeste e a Escola Agrotécnica de Colorado do Oeste. Na programação em Vilhena e Colorado, também está agendada uma reunião com as diretorias do Cooperforte e SEBRAE, com os parceiros já citados e os alunos atendidos pelo Projeto, visando fortalecer a parceria e discutir futuros projetos.

Fonte: Rondoniaovivo.com

Afroreggae recebe visita do Fábio Barbosa e Milú Villela

Esta semana foi pra lá de agitada para o Afroreggae. Diversas apresentações (uma mais emocionante que a outra), mostrando todo o empenho de jovens da periferia que Botam Pra Fazer! As fotos abaixo retratam a superação em cada um, a vontade de fazer mais e melhor, o sonho grande e o trabalho duro que fazem para alcançarem o que querem.

Mais atitude empreendedora, impossível.
Para conferir todas as fotos entre em nosso Flickr: http://www.flickr.com/photos/botaprafazer/sets/72157615715823673/

Lud Figueiredo

Afroreggae por você.

Afroreggae por você.

Afroreggae por você.

Afroreggae por você.

Afroreggae por você.

 

Jovens empreendedores – o futuro do país

boxUma iniciativa muito legal. Estudantes brasileiros dos 27 estados e de outros três países da América Latina apresentaram nos dias 17, 18 e 19 de março projetos científicos na Feira Brasileira de Ciência e Engenharia (FEBRACE). Hoje e amanhã acontecem as cerimônias de premiação. E os projetos não ficam só no papel, tem muitos sendo patenteados e implementados.

Veja o que saiu no Jornal Nacional.

Alice Alves

42-19377551

Novas oportunidades: chances para o futuro
O Governo britânico lançou um novo White Paper com o objetivo de incentivar a mobilidade social – a chave para ‘fomentar uma cultura em que talento pode ser desbloqueado e florescer, reconhecendo diferenças de cultura empresarial entre os diferentes grupos sociais, reduzindo o medo do fracasso que prejudica o apoio às empresass e dando a todos a oportunidade de ser empreendedor’.

Novas medidas propostas no White Paper incluem mentoring online sobre negócios destinados a diferentes grupos demográficos e oferecendo apoio financeiro para as pessoas que estão desempregadas e querem iniciar um negócio.

Aspiração e realização dos jovens em comunidades pobres 
Lançado juntamente com o White Paper sobre a mobilidade social, este relatório analisa diferentes estratégias para mudar as atitudes e comportamentos dos jovens com baixa motivação, de acordo com a pesquisa da Social Exclusion Task Force.

Embora haja um número significativo de iniciativas em curso nesta área de trabalho, eles acreditam que mais coisas poderiam ser feitas para coordenar os esforços para uma mudança cultural: um melhor alinhamento no âmbito das intervenções e uma maior integração das escolas com o governo local e empresas.

Programa Jovem Empreendedor

73828120

Uma alternativa para os jovens de Baía Formosa-RN é o Programa Jovem Empreendedor, que está com inscrições abertas e tem 100 vagas para os jovens interessados em empreendedorismo. A procura também é considerada boa e atrai principalmente filhos de pescadores.

Durante a primeira fase, o Jovem Empreendedor oferece aulas divididas em sala de aula e virtuais aos participantes. As aulas começam na próxima quinta-feira, dia 29 de janeiro e seguem enquanto os participantes preparam o projeto, que pode variar entre uma semana e um mês. O jovem é incentivado por um monitor, que o acompanhará em sala de aula. A monitoria é uma outra oportunidade oferecida aos jovens que têm uma noção de informática. Cada um dos 3 supervisores do Programa vai receber um incentivo financeiro no valor de R$20 por aluno.

De acordo com a Secretária de Ação Social, Márcia Christiane de Oliveira Neco, a atual gestão está buscando junto às esferas Estadual e Federal, mais programas para garantir a inclusão de crianças, jovens e idosos, visando a qualidade de vida e o desenvolvimento do município.

Mais informações: http://diariodenatal.dnonline.com.br

JOVENS EMPREENDEDORES INOVAM SETOR 2.5

Setor 2.5? É a nova denominação para o empreendedorismo social sustentável e lucrativo.
Quer um exemplo? A Editora MOL, fundada pelo administrador de empresas Rodrigo Pipponzi, 28 anos, e pela jornalista Roberta Faria, 27 anos, a Editora é um case de empreendedorismo jovem, inovador e responsável. Com pouco mais de um ano de vida, a MOL já é, através de seu principal projeto – a revista social Sorria* – a maior doadora, em dinheiro, do GRAACC (Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer).
São mais de um milhão de reais doados para o hospital com a venda da revista, que têm 100% do valor de capa, descontados os impostos, revertido para a causa.
Saiba mais sobre esses empreendedores e seus projetos em:  www.editoramol.com.br // www.revistasorria.com.br // http://www.youtube.com/watch?v=exynKe0iYXs