Hoje você é o dono

belezanatural

A rede Beleza Natural, de institutos especializados em cabelos crespos e ondulados, promove o concurso Hoje você é o dono , válido em todo o Brasil, que vai escolher e presentear as três melhores e mais aplicáveis idéias para tornar o negócio melhor. O concurso é livre para qualquer interessado e os participantes devem escrever um texto contando que melhorias fariam no Beleza Natural.

Por meio deste concurso queremos aflorar o lado empreendedor dos nossos clientes. A idéia principal é estimular a capacidade criativa das pessoas. Quando criamos o Beleza Natural a vontade de empreender era muito grande , afirma Rogério Assis, sócio da rede, que integra a ONG Endeavor, que apoia o empreendedorismo em todo o mundo (www.endeavor.org.br). 

As mensagens devem ser enviadas até o dia 28 de janeiro. Os premiados ganharão tratamentos durante um ano, como o Super-Relaxante que tira o volume dos fios, tornando os cabelos crespos e ondulados mais maleáveis, brilhosos e com cachos definidos e a hidratação especial Hidraforce, além de produtos da rede. Para vencedores com os cabelos lisos, a rede oferece outros tipos de serviços. E se o ganhador for do sexo masculino, o prêmio será um corte mensal durante um ano. 

O regulamento completo está no site www.belezanatural.com.br.

Anúncios

Idéias pioneiras para bons negócios

Anthony Talbot (abaixo), rodeado por algumas das 950 funcionários do Beleza Natural

 

A ex-empregada doméstica Luiza Helena Assis, a Zica, não imaginou que iria oferecer em seu negócio próprio algo esperado por muita gente. Ela tentava, há 11 anos, descobrir uma maneira de melhorar o visual de seus cabelos crespos, quando se deparou com uma fórmula que conseguia suavizar os cachos. Convenceu o marido, a irmã e o cunhado a largarem o emprego e abrirem um salão com ela. 

O primeiro salão ficava nos fundos de uma casa, em Usina, um bairro do subúrbio do Rio. “Agora temos oito salões, 950 funcionários e 600 clientes por dia em cada um dos salões”, conta Anthony Talbot, executivo contratatdo para dirigir o Grupo Beleza no lugar dos quatro sócios que viraram conselheiros. A empresa hoje fatura R$ 65 milhões e possui uma fábrica, um espaço de pesquisa e desenvolvimento e deve abrir mais nove salões até 2010. Tudo fruto de uma oportunidade, coisa da cabeça empreendedora de dona Zica.

Fonte: Isto é Dinheiro

O homem que ganha dinheiro criando bactérias


A Superbac ganha dinheiro comercializando microrganismos que eliminam resíduos. Para o negócio crescer, seu fundador, Luiz Chacon, fez parcerias com multinacionais e vendeu parte do seu capital a instituições financeiras.

[por Carin Homonnay Petti] 

 

As bactérias andam à solta. Já invadiram empresas como Coca-Cola, Natura, Volkswagen e a rede de hotéis Ibis. E, acredite, são bem-vindas. Explica-se: os microrganismos foram selecionados e criados em laboratório para eliminar resíduos de estações de tratamento de efluentes, tubulações ou fossas sépticas. Dão conta da tarefa por sua capacidade de devorar a sujeira e transformá-la em água limpa e gás carbônico. Por traz do processo está a empresa de biotecnologia Superbac, de São Paulo. Seu faturamento, de R$ 6 milhões no ano passado, deve alcançar R$ 13 milhões em 2008 e, segundo projeções dos sócios, saltar para R$ 100 milhões em cinco anos. O crescimento vertiginoso é resultado da combinação de inovação tecnológica, venda de parte da empresa a dois bancos e parceria com a americana JohnsonDiversey, uma das maiores empresas do mundo na área de serviços de limpeza.

Leia mais aqui.

+ Energia na Pole Position do GP Brasil de F1

Wilson Poit, fundador da Poit Energia e empreendedor Endeavor desde 2002, é um brasileiro que Bota Pra Fazer!

Garantindo Energia para que os negócios não parem, a Poit é líder no mercado de locação de geradores no Brasil e marcará presença no Grande Prêmio Brasil de Fórmula 1 com 33 geradores, somando mais de 7.600 kVA!